terça-feira, 6 de julho de 2010

Borboletas, formiguinhas... eis que o sentimento bom invade meu coração


Por onde andei?
Enquanto você me procurava
E o que eu te dei?
Foi muito pouco ou quase nada
(...)
Será que eu sei?
Que você é mesmo
Tudo aquilo que me faltava...
(Por onde andei? - Nando Reis)




Você entrou no trem
E eu na estação
Vendo um céu fugir
Também não dava mais
Para tentar
Lhe convencer
A não partir...


E agora, tudo bem
Você partiu
Para ver outras paisagens
E o meu coração embora
Finja fazer mil viagens
Fica batendo parado
Naquela estação....

( Adriana Calcanhoto- Naquela Estação)





Duas músicas, dois singelos sentimentos presos a conceitos velhos, a esperanças, coisas inesperadas a que eu diria sem nexo, sem razão de ser a meses atrás. E de repente daquilo que era apenas uma admiração de adolescência vira um momento de êxtase e de formigamentos no estômago. Não seria pois, sentimentos imaturos, e sim inocentes na descoberta de suas motivações. Estaria então perdida? Ora, talvez. Mas a perdição têm sentidos variados, o leitor que escolha o seu. Mas no confessionário a palavra a ser dita é: amor?, paixão?, descoberta?. Não há respostas. São dúvidas cruéis e quem sabe a resposta seja uma destas, mas a distância e a esperança fazem com que não se construa ainda sentimentos sólidos.



Nunca quisera amar a longas distâncias pra saber que a dor que sentes não se compara a dúvida se vai valer a pena esperar tanto de quem está longe.



Julga-se de tal passagem que renasceu o amor perdido, um amor que poderia ter sido vivido no passado e deixado de permanecer apenas nos pensamentos, mas escolheu tal data, tal momento e tais problemas para nascer. Como ser forte com todas as perspectivas abaladas? Com todos os medos e as dúvidas?



É melhor fechar os olhos, deixa pra lá, curtir a vida como ele me deixou, aproveitar cada segundo, nunca se sabe o dia de amanhã e, se não for pra reviver em outro momento posso dizer do amor que tive e dizer que fui feliz enquanto durou... 



As orações estão sendo feitas para sua recuperação, tenha fé, pois também terei...


A sua espera...

4 comentários:

Carla Leão disse...

Q bonitunho Su. Junte-se a nós, àquelas que amam à distância rsrsr Poderemos montar um clube, vc, a Faby e eu;

Beijocas.

Faby disse...

Kkkkkk...Amiga bem vinda ao Clube...

Bjim

Srta. Suka disse...

HEHEHHEE... verdade... eu não achava q era tão ruim assim... aiaiai...meu coraçãozinho... CLUBE ABERTO!!!

SMM disse...

Bem legal teu blog, achei lindo ! Se puder passa lá em casa http://sindromemm.blogspot.com